Escolha uma Página

Vasco, Fluminense e Botafogo saberão no sorteio da próxima terça (1), na CBF, que adversários terão na quarta fase da edição 32 da Copa do Brasil, com os jogos nos dias 16 e 23 de setembro. Das outras sete equipes classificadas, só duas são da Série A, Ceará e Atlético Goianiense; da Série B, Ponte Preta, América Mineiro, CRB e Juventude, e da Série C, só o Brusque. Os cinco que se classificarem na quarta fase, entrarão em sorteio com os outros que ainda não estrearam.

OS ONZE – Dos que ainda estrearão, oito estão disputando a Copa Libertadores: Grêmio, Internacional, Corinthians, Palmeiras, Santos, São Paulo, Athletico Paranaense e Flamengoe Bragantino, campeão da Série B 2019; Fortaleza, campeão da Copa do Nordeste 2019, e Cuiabá, campeão da Copa Verde 2019. O único que pode se igualar ao Cruzeiro, maior vencedor da Copa do Brasil com cinco títulos, eliminado anteontem (26) pelo CRB, é o Grêmio, quatro vezes campeão.

INÉDITO – Dos quatro cariocas classificados, o Botafogo é o único que tenta o título inédito, 21 anos após perder a única final, em 1999, diante de 104 mil torcedores, no Maracanã, para o Juventude, de Caxias do Sul. O Flamengo foi campeão em 1990, 2006 e 2013; o Fluminense em 2007, e o Vasco em 2011. Bom lembrar: além do prêmio, que em 2020 será superior a 70 milhões de reais, com a soma de todas as fases de premiação, só o campeão tem vaga na Copa Libertadores de 2021.

AS DUAS ÚLTIMAS vagas foram decididas ontem (27). O Brusque, de Santa Catarina, eliminou o gaúcho Brasil, de Pelotas, a quem voltou a vencer (1 x 0, gol de Marco Antonio), repetindo no estádio Augusto Bauer, em Brusque, o placar do jogo de ida no estádio Bento Freitas, em Pelotas. E o Atlético Goianiense, mesmo perdendo (1 x 0, gol de Marcelo, de cabeça) no gramado sintético do estádio Francisco Novelletto, no Passo d’Areia, bairro da Zona Norte de Porto Alegre, eliminou o São José, a quem venceu (2 x 0) no jogo de ida em Goiânia. 

A CLASSIFICAÇÃO do Atlético Goianiense, mesmo com derrota, foi um alívio para o técnico paulista Vagner Mancini, muito pressionado pelas atuações ruins do time nos dois últimos jogos da Série A, em casa, com derrotas por 3 x 1 para o Fortaleza e 2 x 0 para o Goiás, depois de estrear vencendo (3 x 0) o Flamengo. Eliminado da Copa do Brasil, o São José, carinhosamente chamado de Zequinha pelos torcedores gaúchos, tenta se manter na Série B e faz o próximo jogo, em seu estádio, domingo (30), com o Volta Redonda.