Escolha uma Página

PORTUGAL disputará as quartas de final da Eurocopa com a França, 6ª feira (5), no Volkspark, da cidade portuária de Hamburgo, depois da classificação dramática da noite de hoje (1), ao eliminar a Eslovênia por 3 x 0, nos pênaltis, após 0 x 0 em 120 minutos, diante de 58 mil torcedores na Arena Frankfurt.

O GOLEIRO Jan Oblak, de 31 anos, desde 2014 no Atlético de Madrid, defendeu no canto esquerdo, o 16º pênalti da carreira, batido no minuto final do 1º tempo da prorrogação por Cristiano Ronaldo, que desandou a chorar, o mesmo acontecendo com sua mãe, Dolores Aveiro, de 69 anos, que assistia das cadeiras.

CRISTIANO RONALDO completou o oitavo jogo sem gol, sua maior seca na seleção, mas se mostrou forte, ao pedir para ser o primeiro na cobrança de pênaltis, e converteu. Bruno Fernandes e Bernardo Silva também aproveitaram, e Portugal se classificou com 3 x 0.

O GRANDE NOME da classificação de Portugal foi o goleiro Diogo Costa, que defendeu as cobranças do meia Josip Ilicic, do esloveno Maribor; do ponta Benjamin Verbic, do grego Panathinaikos, e do lateral Jure Balkovec, do turco Alanyaspor.

DIOGO COSTA, de 24 anos, 1,86m, goleiro desde a base do FC Porto, em 2009, passou por seis divisões, de Sub-16 a Sub-21, quando estreou na seleção principal, após ter sido campeão europeu Sub-19, em julho de 2018 na Finlândia. Diogo Costa nasceu em Rothrist, pequena cidade suíça, a 64 km da capital Berna, onde os pais moravam, e vive em Portugal desde 2 anos.

PORTUGAL se classificou com Diogo Costa, Cancelo (Semedo), Ruben Dias, Pepe (Ruben Neves) e Nuno Mendes; João Palhinha, Vitinha (Diogo Jota) e Bruno Fernandes; Bernardo Silva, Rafael Leão (Francisco Conceição) e Cristiano Ronaldo (c).

O ZAGUEIRO PEPE, alagoano de Maceió, tornou-se o mais velho, aos 41 anos e 126 dias, a disputar hoje, 1 de julho de 2024, um jogo eliminatório da Eurocopa. Ele superou o goleiro inglês Peter Shilton, de 40 anos e 292 dias, na decisão do 3º lugar da Copa do Mundo de 1990, que perdeu para a Itália (2 x 1).

PORTUGAL x ESLOVÊNIA foi o 47º jogo com prorrogação da história das 17 Eurocopas e o 2º da edição de 2024, um dia depois de Inglaterra 2 x 1 Eslováquia. No jogo de hoje (1), com boas alternativas, ambas as seleções se arriscaram menos na prorrogação, deixando claro o receio da eliminação.

EM JOGO TENSO, 25 faltas, 8 de Portugal, que só teve uma das seis advertências com cartão amarelo. Atuação correta do italiano Daniele Orsato, de 48 anos, árbitro do quadro de elite da União Europeia de Futebol e da FIFA desde 2004.

  • PORTUGAL E FRANÇA, 6ª feira (5), será o 29º confronto das seleções, desde o sábado, 22 de novembro de 1947, no amistoso Portugal 2 x 4 França. Desde então, 19 vitórias da França, 6 de Portugal e 3 empates.
  • 6ª FEIRA (5), em Hamburgo, será o 4º confronto pela Eurocopa, desde 1984, França 3 x 2 Portugal, no estádio Velodrome, em Marselha. No 2º jogo, decisivo da Eurocopa de 2016, Portugal 1 x 0, gol de Éder, na prorrogação, no Stade de France, em Saint Denis, nos arredores de Paris.
  • NOS DOIS mais recentes, em 2020, na fase de grupos, Portugal e França empataram (2 x 2), e a França venceu por 2 x 1. Será o sexto jogo em estádio neutro, com o retrospecto de três vitórias da França, uma vitória de Portugal e um empate.

Fotos: UEFA, Robbie Jay Barratt – AMA/Getty Images e site Record pt