Escolha uma Página

A União Europeia de Futebol (Uefa) pode mudar de novo a sede da final da Liga dos Campeões, antes marcada para Istambul, capital da Turquia, no dia 8 de agosto, e reprogramada para Portugal, devido à expansão dos casos da pandemia do novo coronavírus, que obrigou nesta quinta (27) o fechamento de 19 dos 24 distritos de áreas metropolitanas de Lisboa. O  governo  determinou o isolamento, em virtude do registro de 77% dos 311 casos de infecção nas últimas 24 horas, reconhecendo que a situação voltou a se agravar.

ENQUANTO ISSO, depois da surpreendente derrota para o Santa Clara (4 x 3, com duas viradas), o Benfica continua tratando da situação do técnico Bruno Lage, de 44 anos, cuja saída parece certa e vem sendo tratada como “iminente”, há dois dias, pelos jornais de Lisboa. O presidente Luis Filipe Vieira, de 71 anos, que havia garantido a renovação do contrato, já conversou com Carlos Gonçalves, agente do técnico Marco Silva, lisboeta de 42 anos, para ser o possível substituto de Bruno Lage.

MARCO SILVA está sem clube desde dezembro, quando foi demitido do Everton, de Liverpool, que contratou o italiano Carlo Ancelotti, de 61 anos, que tem conseguido melhores resultadosSeria a primeira vez de Marco Silva no Benfica, após treinar o inexpressivo Estoril e de ganhar a Taça de Portugal no Sporting. Fora de Portugal, sem nenhum brilho, ele dirigiu o Olympiakos, da Grécia, e os modestos ingleses Hull City e Watford. Sua passagem pelo Everton foi considerada “um fracasso do início ao fim”.

JORGE JESUS, técnico do Flamengo, foi lembrado pelos jornalistas na conversa com o presidente do Benfica, mas Luis Filipe Vieira preferiu não se alongar. Ele disse que o Benfica sempre preserva a ética e sabe que o treinador acabou de acertar a renovação de contrato, além de não dispor de verba para cobrir possível multa, caso Jesus não consiga a liberação sem ônus. O técnico saiu do Benfica em 2015, após um caso trabalhista com o clube, que teria perdido em torno de 14 milhões de euros. A maioria dos conselheiros não vê como agradável o retorno dele.

ENQUANTO OS PROBLEMAS em Portugal estão aumentando, na Alemanha será feito um teste tecnológico na última rodada do campeonato, neste último fim de semana de junho, para uma avaliação em torno do retorno dos torcedores na temporada 2020-2021, prevista para o final de agosto. Os estádios estão dotados de câmeras termais em todas as entradas, observando a temperatura de quem entra. O futebol alemão espera conseguir bons resultados. O jogo do primeiro teste será entre o vice-campeão Borussia Dortmund e o Hoffenheim, sábado (27), no Signal Iduna Park, em Dortmund.

Foto: Divulgação