Escolha uma Página

O FLAMENGO manteve a liderança do Campeonato Brasileiro, com 24 pontos e ataque mais positivo (19), e o Fluminense na lanterna, com 6 pontos, e um dos três que mais perderam, com a vitória de hoje (23) como visitante, na 11ª rodada, no Maracanã.

O FLAMENGO já deveria ter decidido o jogo no 1º tempo, mas não aproveitou chances claras com Pedro, Gerson e duas com Lorran, enquanto o Fluminense não exigiu sequer uma defesa do goleiro Rossi, bem protegido pela marcação dos zagueiros.

O GOL DA VITÓRIA foi aos 41 do 2º tempo, após quatro minutos de espera para Pedro converter no meio do gol o pênalti de Calegari em Bruno Henrique. Dois minutos depois, o meia Lima, do Fluminense, reincidiu em reclamação e foi expulso.

O FLAMENGO da 7ª vitória: Rossi, Wesley, Fabricio Bruno, David Luiz (Leo Pereira) e Ayrton Lucas; Leo Ortiz (Victor Hugo), Lorran (Alan) e Gerson (c); Luiz Araújo, Pedro e Bruno Henrique. O próximo jogo será com o Juventude, 4ª (26), em Caxias do Sul.

O FLUMINENSE da 7ª derrota, 4ª consecutiva, 4ª sem fazer gol: Fábio, Samuel Xavier (Calegari), Antonio Carlos, Martinelli e Diogo Barbosa; Gabriel Pires (Tiago Santos), Lima, Ganso (Terans) e Renato Augusto (Keno); Cano (Alexsander) e John Kennedy.

ÚLTIMO COM 6 pontos e só uma vitória, o Fluminense só sairá do rebaixamento na próxima rodada, se ganhar do Vitória, 17º, por 4 gols, 5ª (27), no Maracanã. O Vitória tem 9 pontos, 2 vitórias, saldo -6 (13 a 19); o Fluminense, -9 (10 a 19).

FLUMINENSE 0 x 1 FLAMENGO registrou R$2.766.090,00. 52.507 pagantes, em tarde de sol no Maracanã. O árbitro gaúcho Rafael Klein errou na marcação do pênalti. Antes da falta em Bruno Henrique, Calegari caiu ao ser empurrado pelo atacante.

TÉCNICO ENTREGA CARGO

APÓS O TERCEIRO JOGO consecutivo deixando a vitória escapar nos minutos finais, no 1 x 1 com Flamengo, Botafogo e Corinthians, o técnico Cuca decidiu entregar o cargo ao Athletico Paranaense, que caiu para o 5º lugar, depois do quarto empate.

O ATHLETICO fez 1 x 0, gol do meia Christian, de cabeça, aos 44 do 1º tempo, e cedeu o empate ao Corinthians aos 47 do 2º tempo, com o gol do zagueiro Cacá, que havia feito dois gols contra nos últimos três jogos.

O CLIMA ESQUENTOU após o jogo de hoje (23) na Arena da Baixada, com os torcedores tentando invadir a sala de imprensa durante a entrevista de Cuca, que foi protegido pelos seguranças do clube. Não há garantia de que o técnico dirigirá o time 4ª (26), no Mineirão, no jogo da 12ª rodada com o Cruzeiro.

BRAGANTINO ENCOSTA NO FURACÃO

COM A VIRADA sobre o Vitória por 2 x 1, na noite de hoje (23), em seu estádio Nabi Abi Chedid, o Bragantino subiu ao 6º lugar, com 18 pontos, a 1 ponto do Athletico Paranaense. Foi a 5ª vitória do time do técnico português Pedro Caixinha, impondo a 6ª derrota ao Vitória, do técnico Tiago Carpini, 17º com 9 pontos.

O MEIA JEAN fez o gol do Vitória aos 17 e o meia Eric empatou aos 48. O gol da virada foi do meia Helinho, paulista de 24 anos, nos últimos tempos, o melhor jogador do Bragantino, que fará confronto direto com o Botafogo, 4º com 20 pontos, 4ª (26), no estádio Nilton Santos.

O BRAGANTINO também ultrapassou o Internacional, 7º com 17 pontos, que venceu o 442º Grenal na noite de ontem (22), no estádio Couto Pereira, em Curitiba, por 1 x 0, gol contra do zagueiro niteroiense Gustavo Martins, aos 18 do 2º tempo.

Fotos: Divulgação/Flamengo