Escolha uma Página

A primeira vitória, depois de 1 x 1 com Grêmio e Palmeiras, levou o Fluminense a tirar a invencibilidade do Internacional e a subir seis posições, terminando a terceira rodada do Campeonato Brasileiro em nono lugar, com quatro pontos, após a virada (2 x 1) da tarde deste domingo (16), no Maracanã. Em sua primeira vitória, em oito jogos oficiais, após a retomada do futebol, o time foi dirigido pelo assistente Maurício Dulac porque o técnico Odair Hellmann testou positivo no exame da Covid-19.

ARTILHEIROS – O peruano Paolo Guerrero marcou o gol do Internacional aos 28 do primeiro tempo, concluindo na pequena área o escanteio de Edenilson, isolando-se na artilharia do campeonato com três gols em três jogos, mas teve que ser substituído porque sentiu dores no joelho. Nenê completou 50 jogos pelo Fluminense e fez o gol de empate aos 39, convertendo pênalti do zagueiro argentino Victor Cuesta em Evanilson. Nenê estava há 11 jogos sem marcar, mas é o artilheiro do time no ano com 11 gols.

COTOVELO – No segundo tempo, o Fluminense fez 2 x 1 aos 12 minutos, mas o VAR anulou o gol do uruguaio Michel Araújo, que ajeitou com a mão antes de finalizar. O gol da virada, também com auxílio do árbitro de vídeo, só aconteceu aos 32, quando o volante Lindoso desviou com o cotovelo o chute de Evanilson. Na cobrança do segundo pênalti, o meia Nenê voltou a converter com categoria. O Internacional ainda tentou o empate, mas o Fluminense se fechou bem e garantiu a primeira vitória.

CINCO CARTÕES – Raphael Claus, de 40 anos, árbitro da Federação Paulista e da FIFA, cotado para a Copa do Mundo de 2022, teve mais uma atuação segura. Aplicou cinco cartões amarelos, três em jogadores do Internacional, Boschilia, Edenilson e o lateral argentino Renzo Saravia, emprestado pelo Porto, e os dois do Fluminense, Nino e Dodi. Claus também acertou, depois de consulta ao VAR, na anulação do gol do Fluminense e na confirmação do pênalti contra o Internacional.

FLUMINENSE – Luis Muriel, Igor Julião, Lucas Claro, Nino e Egídio; Yuri Lima, Dodi e Michel Araújo (Wellington Silva); Nenê (Ganso), Evanilson (Yago Felipe) e Marcos Paulo (Luis Henrique). O Fluminense será visitante nos próximos jogos, quarta (19), com o Bragantino, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, a 88 km da capital paulista, e sábado (22), com o Athletico Paranaense, na Arena da Baixada, em Curitiba.

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba, Renzo Saravia, Zé Gabriel, Victor Cuesta e Moisés; Lindoso (Musto), Boschilia (Marcos Guilherme), Edenilson e Patrick (Yuri Alberto); Tiago Galhardo (Peglow) e Guerrero (William Potker). O técnico argentino Eduardo Coudet escalou Zé Gabriel porque Bruno Fuchs está em fase final de acerto com o CSKA Moscou. Os próximos jogos do Inter serão em Porto Alegre, quarta (19), com o Atlético Goianiense, e sábado (22), com o Atlético Mineiro.

Foto: Yahoo Notícias