Escolha uma Página

COM TODOS OS MÉRITOS, O FORTALEZA é finalista da Copa Sul-Americana de 2023, ao vencer o Corinthians por 2 x 0, na noite de ontem (3), diante de mais de 60 mil torcedores, que fizeram um espetáculo maravilhoso na Arena Castelão. O tricolor da capital cearense liquidou o jogo em seis minutos na volta do intervalo, com os gols do ala paraense Yago Pikachu aos 4 e do lateral gaúcho Tinga, capitão do time, aos 10 minutos.

DESDE O JOGO DE IDA, que empatou em 1 x 1, o Fortaleza foi uma equipe corajosa e determinada, que não se deixou intimidar pela pressão de mais de 50 mil torcedores na Arena Corinthians. Abriu o placar com o gol de Zé Welison, que o VAR demorou em validar, e tentou a vitória, jogando de igual para igual, depois que o adversário conseguiu a igualdade com o gol de Yuri Alberto. Com o placar agregado de 3 x 1, o Fortaleza merece muito estar na final.

DEPOIS DE 24 ANOS, o futebol do Nordeste, muito bem representado pelo Fortaleza, está de volta a uma decisão do continente sul-americano. A última havia sido em 1999, quando o CSA – Centro Sportivo Alagoano – venceu o Talleres por 4 x 2 no Estádio Rei Pelé, em Maceió, mas perdeu o título com a derrota por 3 x 0 no segundo jogo, na noite da 4ª feira, 8 de dezembro, na Argentina. O Fortaleza será o primeiro do Nordeste a disputar final única da Copa Sul-Americana.

RECORDISTA CEARENSE com 46 títulos de campeão estadual, e atual penta, o Fortaleza vai em busca da conquista inédita, na grande final do último sábado (28) de outubro, no estádio Domingo Burgueño – 25 mil lugares -, na cidade praiana de Maldonado, na costa Sul do Uruguai, a 129 km da capital Montevidéu. O adversário será conhecido na noite de hoje (4), na Argentina: Defensa y Justicia ou LDU – Liga Deportiva Universitária -, que venceu o primeiro jogo no Equador por 3 x 0.

SERÁ A QUINTA DECISÃO da Copa Sul-Americana em jogo único, desde 2019, quando o Del Valle, do Equador, venceu o Colon, da Argentina, por 3 x 1; em 2020, na primeira final entre equipes do mesmo país (Argentina), o Defensa y Justicia ganhou do Lanús por 3 x 0; em 2021, o Athletico Paranaense venceu a final brasileira com o Bragantino por 1 x 0, e em 2022, o Del Valle voltou a vencer uma final única, com 2 x 0 sobre o São Paulo.

FORTALEZA 2 x 0 CORINTHIANS registrou na noite de ontem (3) o maior público de 2023 da Arena Castelão: 60.451, com R$1.829.561,00. O Fortaleza já arrecadou este ano mais de R$32 milhões em competições internacionais, e em 34 jogos, 1.015.985 torcedores, e como ainda faltam seis jogos do Campeonato Brasileiro, o recorde de 2022 de 1.108.768 torcedores deve ser batido. A estimativa é de que o Fortaleza termine 2023 com mais de 1.200 mil torcedores.

O PRÊMIO AO CAMPEÃO da Copa Sul-Americana de 2023 é de 18 milhões de dólares, o equivalente a R$88 milhões, dependendo da cotação do dia da moeda norte-americana, a terceira mais valorizada do mundo, depois do euro e da libra, que fechou ontem (3) em R$6,24. A premiação da Copa Sul-Americana, apesar de reajustada, é inferior à da Copa Libertadores, que em 2023 pagará R$81 milhões ao campeão.

COMANDADO desde 13 de maio de 2021, quando estreou goleando o Crato por 6 x 1 no Cearense, Juan Pablo Vojvoda Rizzo, de 48 anos, ex-zagueiro, sem nenhuma expulsão, completou 185 jogos na noite de ontem (3), como melhor técnico da história de 105 anos, que o Fortaleza completará, fundado em 18 de outubro de 1918. De origem croata e italiana, ele pode ser o primeiro estrangeiro a levar o tricolor cearense ao título inédito de campeão sul-americano.

JUAN PABLO VOJVODA, logo no primeiro ano, levou o Fortaleza à vaga direta da Libertadores, com o 4º lugar no Campeonato Brasileiro. Em 2022, quando todos consideravam o time no rebaixamento, após ficar o turno em último lugar, o Fortaleza reagiu e conseguiu, com o 8º lugar, a vaga na fase preliminar da Libertadores. Do penta cearense, ele ganhou os três últimos títulos (2021-22-23) e a Copa do Nordeste (2022). O Fortaleza é o quinto clube de Vojvoda, antes técnico do Defensa y Justicia, Talleres, Huracan e Union La Calera, do Chile.

OS FINALISTAS da Copa Sul-Americana: João Ricardo, Tinga (c), Britez, Titi e Bruno Pacheco; Zé Welison (Lucas Crispim), Caio Alexandre (Lucas Sasha) e Pochettino (Pedro Augusto); Yago Pikachu, Martin Lucero (Thiago Galhardo) e Gulherme (Imanol Machuca). 9º do Campeonato Brasileiro com 39 pontos, 11 vitórias, 8 derrotas, 6 empates, saldo de 6 gols (30 a 24), o Fortaleza receberá o América Mineiro, 19º, domingo (8), com mais uma grande festa na Arena Castelão.

Fotos: Diário do Nordeste e 90 min