Com a vitória de 1 x 0 sobre o Wolverhamtpon, na tarde deste último domingo (29) do ano, o Liverpool terminou 2019 como um campeão quase perfeito: 36 jogos consecutivos de invencibilidade, campeão da Europa, campeão do Mundo e 13 pontos de vantagem na liderança do Campeonato Inglês, que não conquista desde 1990.

DISCRETA – Antes do jogo, em seu estádio Anfield Road, os 54 mil torcedor fizeram uma comemoração bem discreta, com poucas faixas e cartazes, do primeiro Mundial, ganho uma semana antes na decisão com o Flamengo. Na camisa do time, o pequeno escudo com a foto da taça e a inscrição Campeão do Mundo. Foi uma exceção aberta pela Liga Inglesa, que preserva os espaços comerciais nas camisas de todos os clubes.

DIA ESPECIAL – Foi um domingo especial de comemoração para o volante inglês Henderson, de 29 anos,no clube desde 2011, que completou 350 jogos (26 gols); para o zagueiro holandês Virgil van Dijk, de 28 anos, há um ano no clube, que chegou aos 100 jogos (11 gols), e para o atacante senegalês Sadio Mané, de 27 anos, no clube desde 2016, com 150 jogos, e por coincidência, autor do gol da vitória, seu gol 72 pelo time e o de número 14 da temporada.

VAR DECIDIU – O árbitro de video foi decisivo. Antes do gol de Mané, aos 42 do primeiro tempo, teria havido toque de Virgil van Dijk e do atacante Lallana, ambos não confirmados pelo VAR. Nos acréscimos, aos 48, o gol do meia português Pedro Neto foi anulado por impedimento milimétrico do lateral espanhol Jonny Otto, que lhe deu a assistência.

CARTÃO AMARELO – Inconformado, o técnico português Nuno do Espírito Santo, do Wolverhampton, reclamou e foi advertido pelo árbitro Anthony Taylor, que antes havia mostrado o outro cartão do jogo a Lallana. Liverpool 1 x 0 Wolverhampton só registrou os dois cartões amarelos, e 10 faltas, 7 cometidas pelo Liverpool.

DESTAQUES – Goleiros titulares das seleções portuguesa e brasileira, Rui Patrício e Alisson, foram figuras de destaque. Rui Patrício, de 31 anos, 1,90m, é do Wolves desde junho de 2018, depois de 465 jogos pelo Sporting de Lisboa. Alisson, de 27  anos, 1,91m, melhor do mundo em 2019, chegou em 2018 ao Liverpool e fez seu jogo 71.

ÚLTIMA VEZ – A última vez que o Liverpool perdeu – 2 x 1 para o Manchester City – foi em 3 de janeiro, a única derrota em 2019, que encerrou com 31 vitórias e 6 empates, em todos os jogos da temporada. O primeiro jogo de 2020 será quinta (2), outra vez em seu estádio Anfield Road, com o Sheffield, oitavo com 29 pontos.

O LIVERPOOL, mesmo com menos um jogo, tem 13 pontos de vantagem (55 a 42) sobre o vice-lider Leicester; mais 13 pontos sobre o atual bicampeão Manchester City, que ontem (29) venceu (2 x 0) o Sheffield, e 20 pontos sobre o Chelsea (35), que ganhou, 2 x 1 de virada, o clássico londrino com o Arsenal, que sofreu a quarta derrota consecutiva e nos últimos 15 jogos só venceu 2.

RECORDE DE GUARDIOLA – O técnico espanhol Josep Guardiola tornou-se recordista de vitórias no Manchester City, com os 2 x 0, gols de Aguero e De Bruyne, ao chegar à centésima em 134 jogos. O português José Mourinho só conseguiu 100 vitórias em 142 jogos. O City não teve o goleiro Ederson, reserva da seleção brasileira, suspenso.