Escolha uma Página

Com a camisa verde e branca do primeiro time da história do filho famoso, Dolores Aveiro, de 66 anos, mãe de Cristiano Ronaldo, comemorou ontem (27) o 0 x 0 no estádio do Dragão, que manteve o Sporting na liderança, com 10 pontos de vantagem sobre o Porto (55 a 45), que pode perder a vice-liderança, se hoje (28) o Braga, com 43 pontos, vencer o Nacional na Madeira. Dolores assistiu em casa com Hugo, Elma e Kátia, irmãos mais velhos de Cristiano Ronaldo, que fez 36 anos dia 5.

CRISTIANO RONALDO começou no Sporting, de 2001 a 2003, com 12 gols em 47 jogos, e só ganhou a Supertaça de Portugal em 2002, antes de sair para o Manchester United e o Real Madrid, onde fez mais gols (450) que jogos (438). O Sporting é o clube do coração do artilheiro e de toda a família, daí a vibração da mãe Dolores e dos irmãos com a liderança do único invicto – 17 vitórias, 4 empates -, que pode voltar a ser campeão português depois de 18 anos.

FOGOS NA ESTRADA – O Sporting fez no ônibus do clube a viagem ao Porto – 303 km em 3 horas -, e os torcedores soltaram muitos fogos na autoestrada durante a volta a Lisboa. Os times foram cautelosos, criaram poucas chances de gol e o 0 x 0 se ajustou ao que produziram. O atacante Evanilson, ex-Fluminense, só entrou no segundo tempo, no lugar do marfinense Marega, sem melhorar o rendimento. Sexta (5), o Sporting recebe o Santa Clara, e sábado (6), o Porto visita o Gil Vicente.

PORTO – Marchesin, Manafá, Mbemba, Pepe e Zaidu; Corona, Sergio Oliveira, Uribe e Otavio; Taremi e Marega (Evanilson). Quarta (3), o Porto faz o jogo de volta das semifinais da Taça de Portugal com o Braga, no estádio do Dragão, depois de 1 x 1 no estádio municipal de Braga. O técnico Sergio Conceição, de 46 anos, natural de Coimbra, criticou o excesso de marcação do Sporting: “Foram muito cautelosos e não tiveram coragem de nos enfrentar de igual para igual”.

SPORTING – Adan, Gonçalo Inacio, Coates e Feddal; Porro, Palhinha (Nuno Mendes), João Mario e Nuno Mendes (Jovane Cabral); Pedro Gonçalves, Tiago Tomás e Nuno Santos. O técnico lisboeta Ruben Amorim, ex-meia de 36 anos, que usou o sistema com três zagueiros, elogiou o desempenho do jovem português Gonçalo Inácio, de 20 anos, ao lado dos experientes Feddal, marroquino, e Coates, uruguaio, capitão do time, ambos de 30 anos.

DOIS CARTÕES – Porto 0 x 0 Sporting só apresentou um momento de tensão, quando os zagueiros Pepe, alagoano, naturalizado português, e Feddal, marroquino, discutiram cara a cara. Foram os únicos advertidos com cartão amarelo por João Pinheiro, de 33 anos, da Associação de Futebol de Braga, considerado o melhor árbitro da Liga Portuguesa, que apitou o quinto jogo entre os times. No Campeonato Português, com 18 equipes, só o campeão e o vice se classificam para a Liga dos Campeões da Europa.

NOVIDADE – Seguindo a orientação do ex-árbitro Pedro Proença, de 50 anos, presidente da Liga Portuguesa, o presidente da Comissão Nacional de Arbitragem, José Fontelas Gomes, está finalizando entendimentos para intercâmbio com um país europeu relevante. Na temporada 2021-22, árbitros estrangeiros atuarão no Campeonato Português, e árbitros portugueses apitarão nesse país, cujo nome, como fez questão de revelar, está guardado a sete chaves.

HOMENAGEM – Antes de Porto 0 x 0 Sporting foi respeitado um minuto de silêncio pela morte do luso-cubano Alfredo Quintana, de 32 anos, goleiro da seleção portuguesa de Handebol, que morreu de parada cardiorrespiratória, sexta-feira (26), durante treino. O Porto pintou um mural, ao lado do estádio do Dragão, com as imagens de Quintana, que era muito querido no clube.

Foto: Adeptos de Bancada