Escolha uma Página

Neymar sentiu o músculo adutor da coxa esquerda e foi substituído pelo meia espanhol Pablo Sarabia, aos 26 minutos do primeiro tempo, quando deu um pique na direção do gol do Istanbul Basaksehir, na vitória (2 x 0) do PSG, do estádio Fatih Terim, na noite desta quarta (28), na maior cidade da Turquia e quarta maior do mundo. O atacante ainda tentou voltar, após colocar uma proteção, mas não suportou a dor e pediu para sair. Está em repouso e será reavaliado nesta quinta (29).

REABILITAÇÃO – Ainda que tenha sido sobre o lanterna – o Istanbul Basaksehir perdeu pela segunda vez por 2 x 0 -, a vitória marcou boa reabilitação do PSG, que na estreia havia sido derrotado (2 x 1), em Paris, pelo Manchester United, líder do Grupo E, que no outro jogo desta quarta (28) não teve dificuldade para golear em casa (5 x 0) o alemão Leipzig. Os gols do PSG foram do africano Moise Kean, nascido na Costa do Marfim, mas com cidadania italiana.

VALORIZADO – Moise Kean, de 20 anos, é do Everton FC, de Liverpool, emprestado ao PSG para a temporada 2020-2021, e está se sobressaindo no Campeonato Francês. Sábado (24), ele marcou os dois primeiros gols dos 4 x 0 no Dijon, e os outros dois foram de Mbappé, que hoje (28), na Turquia, bateu o escanteio que ele completou de cabeça no primeiro gol, aos 19 minutos. No segundo tempo, Moise Kean fez 2 x 0 aos 34. Ele é da seleção italiana principal, após jogar da sub-15 a sub-21.

300 CONVIDADOS – O meia paulistano Rafinha substituiu o argentino Di Maria aos 26 do segundo tempo, em sua primeira temporada no PSG, depois de jogar no Barcelona, Celta de Vigo e Inter Milão. Filho do ex-lateral e meia Mazinho, da seleção campeã do mundo em 94, Rafael – como pediu para ser chamado – joga na Europa desde 2009, mas disse ter sentido sua maior alegria ao ganhar a medalha de ouro com a seleção brasileira nos Jogos Olímpicos de 2016. O jogo teve 300 convidados no estádio turco.

LÍDER GOLEIA – Em seu estádio Old Trafford, inaugurado em 1910, o Manchester United FC – primeiro inglês campeão da Liga dos Campeões, ao golear (4 x 1) o Benfica, em 1968 – não teve dificuldade para fazer 5 x 0 no alemão Leipzig, semifinalista no ano passado. O inglês Mason Greenwood marcou no primeiro tempo, e na volta do intervalo, o inglês Rashford fez três gols em 20 minutos,  e o francês Anthony Martial completou a goleada.

VICE NO SALDO – O Manchester United, dirigido pelo norueguês Ole Gunnar Solskjaer, de 47 anos, um dos maiores ídolos de sua história – 126 gols em 365 jogos, entre 96 e 2007 -, lidera o Grupo H, com 6 pontos em 2 jogos e saldo de seis gols (7 a 1). PSG e Leipzig têm 3 pontos – 1 vitória, 1 derrota -, mas o time francês é o segundo colocado pelo saldo de gols (3 a 2, enquanto o saldo da equipe alemã é negativo em três gols (2 a 5). 

LAZIO LIDERA – Por diferença de um gol, a Lazio, de Roma, lidera o Grupo F, depois do 1 x 1 fora de casa com o Brugge, no estádio Jan Breydel, na cidade de Brugge, no Noroeste da Bélgica, a 98 km da capital Bruxelas. O meia argentino Joaquin Correa, de 26 anos, fez o gol da Lazio, e o meia belga Hans Vanaken, de 28, empatou. Lazio e Brugge têm 4 pontos; o saldo da Lazio é de 2 gols, e o do Brugge, de 1 gol. O Borussia Dortmund, terceiro com 3 pontos, venceu (2 x 0) o lanterna russo Zenit, com os gols de Sancho e Haaland, no Westfalenstadion.

Foto: UOL