Escolha uma Página

No ano em que vai comemorar os 25 anos do seu último título brasileiro, o Botafogo se prepara para receber de volta o técnico campeão de 1995. Paulo Autuori iniciou a conversa muito feliz, por ser aprovado por todos no clube, a partir do gerente Valdir Espinosa, técnico campeão carioca de 89, e de Carlos Augusto Montenegro, reverenciado pelos torcedores como presidente eterno, campeão brasileiro de 95.

QUINTA VEZ – Paulo Autuori vai voltar para comandar pela quinta vez o Botafogo, seu terceiro time no Rio e sexto na carreira. A primeira foi em 1986, doze anos após o início como técnico em 1974 na Portuguesa, da Ilha do Governador, que dirigiu até 1979. Ao sair, ficou três temporadas no América, e teve a primeira experiência fora do Rio no São Bento, de Sorocaba, e no Marília. Em 85 foi treinador do Bonsucesso. Em 86, 95, 98 e 2001, do Botafogo.

O TÍTULO – Se em 86 ficou em quarto no Carioca, nove anos depois Autuori levou o Botafogo ao título brasileiro de 95, com 14 vitórias, fazendo gol em 22 dos 27 jogos, sem sofrer gol em 16 e só perdendo 1 dos últimos 17 jogos. O Botafogo marcou 46 gols e o artilheiro Túlio fez a metade (23), em um campeonato que teve 282 gols em 712 jogos, média de 2.52 gols por jogo. Wagner foi outro destaque, sofrendo só 25 gols, média inferior a um gol/jogo.

10 TIMES – Em 512 jogos nos 10 times de ponta do futebol brasileiro, Paulo Autuori ganhou a Libertadores em 1997 no Cruzeiro e em 2005 no São Paulo, também campeão mundial. A carreira fora do país começou em 86-87 no Vitória de Guimarães e até hoje a qualidade do seu trabalho em Portugal é também lembrada no Nacional e no Marítimo, ambos da Ilha da Madeira, e no Benfica. Em Lima, foi campeão peruano no Alianza e no Sporting Cristal.

NA ÁSIA – Autuori dirigiu a seleção do Catar e no Japão treinou o Cerezo Osaka. Seu título mais recentes foi a Supercopa da Bulgária de 2018 com o Ludogorets. Após treinar o Nacional de Medellin, Autuori foi gerente de futebol do Santos, vice-campeão brasileiro em 2019. O convite do Botafogo deixou o detalhista e superorganizado, como todo virginiano, motivado. O carioca Paulo Autuori, nascido em 25 de agosto, tem 63 anos. Seja bem-vindo!

Foto: Fogão Net