Escolha uma Página

Dois dias antes de completar 120 anos, o Bayern de Munique deu um show de bola no Chelsea e com os 3 x 0 da noite desta terça (25), diante de 40 mil torcedores no Stamford Bridge, em Londres, garantiu praticamente a vaga para as quartas de final da Liga dos Campeões, até agora como único com 100% de aproveitamento. O atacante alemão Serge Gnabry, autor de dois gols, ganhou o prêmio de melhor do jogo, e o polonês Lewandowski, autor do terceiro gol, é o novo artilheiro da Champions com 11.

MUITO MELHOR – O Bayern foi superior do início ao fim, embora só tenha feito os gols no segundo tempo. O goleiro argentino Willy Caballero, de 38 anos, 1,86m, evitou gols certos em cabeçadas de Thomas Muller, que também acertou o travessão, aos 14, 26 e 35 do primeiro tempo. Na volta do intervalo, com duas assistências de Lewandowski, Serge Gnabry, alemão de 24 anos, o Bayern marcou aos seis e aos nove minutos, liquidando o jogo.

O ARTILHEIRO – Robert Lewandowski, polonês de 31 anos, 1,85m, destro, é do Bayern desde 2014, cinco vezes campeão alemão, quatro vezes artilheiro do campeonato. Completou na noite de hoje (25) seu jogo 275, com 230 gols. Filho de um judoca e de uma jogadora de vôlei, Robert Lewandowski recusou todos os convites para se naturalizar para jogar pela Alemanha. Na seleção da Polônia, desde 2008, marcou 61 gols em 112 jogos, e foi artilheiro das eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, com 16 gols.

BRASILEIROS – O Bayern iniciou só com um brasileiro em campo, o meia Thiago Alcântara, de 28 anos, nascido na Itália quando o pai Mazinho, ex-Vasco e Palmeiras, jogava na Lecce. Thiago só foi substituído aos 45 do segundo tempo pelo alemão Leon Goretzka. Philippe Coutinho só entrou aos 21 do segundo tempo porque o meia Coman, francês de 23 anos, teve problema muscular na coxa. Coutinho deve ser devolvido ao Barcelona em julho.

EXPULSÃO – O árbitro francês Clement Turpin, de 37 anos, só advertiu com cartão amarelo um do Chelsea, o volante Jorginho, que se naturalizou italiano quando jogou de 2014 a 2018 no Napoli. Catarinense de 28 anos, elenunca atuou em time brasileiro e vive na Europa desde 2004. Os advertidos do Bayern: Kimich, Coman e Thiago. O lateral espanhol Alonso, do Chelsea, foi expulso aos 39 do segundo tempo por falta sem bola em Lewandowski.

120 ANOS – Quarto clube mais rico do mundo, o FC Bayern foi fundado em 27/2/1900. Ganhador dos últimos sete campeonatos, tenta ampliar em 2019-2020 o recorde de maior campeão alemão com o trigésimo título. Tricampeão em 74-75-76, liderado por Beckenbauer, está em busca do sexto título da Liga dos Campeões. O time é dirigido por seu ex-meia Hans Dieter Flick, que fez 148 jogos entre 1984 e 1990.

REPETECO – No jogo de volta com o Chelsea, dia 18 de março, na Arena Munique, com os 75 mil ingressos vendidos, o Bayern pode perder por dois gols. Bom lembrar: quatro meses depois, o Bayern voltou a Londres e deu outro show de bola. Em outubro, ainda na fase de grupos da Liga dos Campeões, havia goleado (7 x 2) o Tottenham, do técnico português José Mourinho.

Foto: Nasdaq