Escolha uma Página

Com a virada sobre o Athletico Paranaense (3 x 1), na noite de ontem (5), no Maracanã, o Fluminense subiu para o quarto lugar, com 39 pontos em 24 jogos, ultrapassando Palmeiras e Santos, com 38, que horas antes empataram (2 x 2) na Vila Belmiro. O Fluminense só perde a posição, se neste domingo (6) o Internacional, sétimo com 37, vencer o Atlético, no Mineirão, e o Grêmio, oitavo com 37, vencer o Vasco na Arena Grêmio. TERCEIRA VIRADA – Das 10 vitórias de virada, em 571 jogos do Brasileiro 2020, foi a terceira do Fluminense, que antes ganhou, fora de casa, do Goiás (4 x 2) e do Internacional (3 x 1).

PÊNALTI E EXPULSÃO – O jogo teve início movimentado, com o Athletico fazendo 1 x 0 logo aos 10 minutos, quando o meia Leo Cittadini aproveitou o cruzamento rasteiro do lateral Abner. Aos 13, o zagueiro Tiago Heleno fez pênalti com o braço e o goleiro Santos defendeu a primeira cobrança não convertida por Nenê, que empatou aos 26, após o passe rasteiro de Marcos Paulo. O zagueiro Tiago Heleno foi expulso aos 37, pelo segundo amarelo, por falta dura em Michel Araújo.

APROVEITOU BEM – Na volta do intervalo, com mais um, o Fluminense aproveitou bem e teve no atacante Marcos Paulo, de 19 anos, em dois minutos, o destaque da virada (3 x 1), com belos gols, aos 28, com chute que ainda tocou na trave, e aos 30, com chute rasteiro no canto. O Fluminense teve outras chances, que o próprio Marcos Paulo, Ganso e Michel Araújo não aproveitaram para que o time goleasse o tricampeão paranaense.

MARCOS PAULO é de São Gonçalo, município da região metropolitana do Grande Rio, formado na base do Fluminense, em Xerém, entre 2011 e 2018, quando o técnico Fernando Diniz, hoje no São Paulo, o promoveu a titular, após ter sido campeão carioca sub-17. Com os dois gols, completou 14 em 72 jogos como profissional desde 2019. Com dupla nacionalidade – seu avô é português -, Marcos Paulo já fez 3 gols em 3 jogos pela seleção portuguesa sub-18, e 1 gol em 4 jogos pela seleção sub-19.

FLUMINENSE – Marcos Felipe, Calegari, Lucas Claro, Mateus Ferraz e Egídio; Hudson (André), Martinelli e Nenê (Luis Henrique); Michel Araújo (Ganso), Wellington Silva (Felipe Cardoso) e Marcos Paulo (Miguel). Técnico – Odair Hellmann. Quarto com 39 pontos em 24 jogos – 11 vitórias, 6 empates, 7 derrotas, saldo de 8 gols (34 a 26) -, o Fluminense fará os dois próximos jogos como visitante: domingo (13), em São Januário, com o Vasco, e quarta (16) com o Atlético Goianiense.

ATHLETICO – Santos, Erick, Pedro Henrique, Tiago Heleno e Abner; Richard, Wellington (Zé Ivaldo) e Leo Cittadini; Nikão (Walter), Renato Kayzer (Fernando Canesin) e Carlos Eduardo (Alvarado). Técnico – Paulo Autuori. O Athletico Paranaense é décimo segundo com 28 pontos em 24 jogos – 8 vitórias, 4 empates, 12 derrotas, saldo negativo de 7 gols (20 a 27) – e abre a rodada 25 no próximo sábado (12) com o Atlético Mineiro, na Arena da Baixada, em Curitiba.

CEARÁ VENCE BAHIA – Com um gol em cada tempo – Vinícius aos 37 do primeiro e Saulo aos 50 do segundo -, o Ceará venceu o Bahia pela quarta vez em cinco jogos em 2020, na noite de ontem (5), na Arena Fonte Nova, em Salvador. O jogo ficou parado cinco minutos, para atendimento ao árbitro gaúcho Jean Pierre Lima, com problema muscular, aos 30 do segundo tempo. O Bahia teve gol de Rodriguinho, aos 28 do primeiro tempo, anulado por impedimento pelo VAR, depois de o árbitro confirmar.

COM A OITAVA VITÓRIA, o Ceará – 32 pontos em 24 jogos – e único zerado nos gols (34 a 34), terminou a rodada em nono lugar, ultrapassando o arquirrival Fortaleza, décimo com 30 pontos, que abriu a rodada, em casa, no 0 x 0 com o Corinthians. O Bahia sofreu a décima segunda derrota em 24 jogos – 8 vitórias, 4 empates, saldo negativo de 10 gols (29 a 39) – e termina a rodada em décimo terceiro lugar, comprometendo o trabalho do técnico gaúcho Mano Menezes.

COM CHUVA E SEM GOL – No último jogo do primeiro sábado de dezembro, Coritiba e Bragantino fizeram o pior dos 18 empates sem gol, dos 571 jogos do Brasileiro de 2020, na noite de ontem (5), sob chuva, no estádio Couto Pereira, em Curitiba. Foi o terceiro 0 x 0 do Coritiba, antepenúltimo colocado com 21 pontos, e o segundo 0 x 0 do Bragantino, décimo quarto com 28.

TRÊS JOGOS – Neste primeiro domingo (6) de dezembro só três jogos: Grêmio x Vasco, Atlético Mineiro x Internacional, e no último jogo da noite, o líder São Paulo recebe o Sport, no Morumbi. A rodada 24 só será concluída amanhã (7) com o clássico Atlético Goianiense x Goiás, no Estádio Olímpico de Goiânia.

Foto: CBF