Foi a sexta tentativa, mas o Vasco ainda não aprendeu a ganhar como visitante. Fez 1 x 0 logo aos dois minutos com o primeiro gol de Marrony, após doze rodadas, mas cedeu o empate aos quinze, ao sofrer o gol de pênalti de Gustavo Scarpa, em toque do zagueiro Leandro Castan, confirmado pelo árbitro de video. Foi o quarto empate do Vasco, segundo fora de casa, e o primeiro do Palmeiras em casa, onde havia ganho todos os cinco jogos, marcando 12 gols sem sofrer nenhum.

LIDERANÇA AMEAÇADA – Foi o terceiro jogo consecutivo sem vitória do Palmeiras, depois de 1 x 1 com o São Paulo e a perda da invencibilidade para o Ceará (2 x 0), e com 27 pontos deve perder, após doze rodadas, a liderança para o Santos, que deve chegar aos 29 pontos como favorito do jogo deste último domingo (29) de julho, na Vila Belmiro, com o lanterna Avaí, único ainda sem vitória. Incluindo a Copa do Brasil, em que foi eliminado pelo Internacional, e a Libertadores, o Palmeiras não vence há cinco jogos. Os próximos jogos do Brasileirão serão como visitante com o Corinthians e mandante com o Bahia.

DOIS GOLS EM 13 MINUTOS – O gol do Vasco foi marcado de cabeça pelo atacante Marrony, 20 anos, 1,84m, após escanteio de Valdívia. Marrony subiu mais que Tiago Santos, substituto de Felipe Melo, suspenso, e cabeceou fora do alcance do goleiro, quebrando a série de doze jogos sem marcar. O Palmeiras teve reação quase imediata e chegou ao empate aos 15, com o pênalti bem batido pelo meia Scarpa. O árbitro conferiu no VAR o toque com o braço do zagueiro Leandro Castan.

PALMEIRAS – Weverton, Jean, Edu Dracena, Antonio Carlos e Vítor Luis; Tiago Santos, Bruno Henrique (Mateus Fernandes, 28 do segundo tempo) e Hyoran (Carlos Eduardo, 31 do segundo tempo); Scarpa (Raphael Veiga, 22 do segundo tempo), Dudu e Arthur Cabral. Técnico – Luiz Felipe Scolari, que ainda não conseguiu vitória de virada. O Palmeiras terminou a décima segunda rodada com 27 pontos – 8 vitórias, 3 empates, 1 derrota, 20 gols marcados e 5 sofridos – e o próximo jogo é com o Corinthians.

VASCO – Fernando Miguel, Pikachu, Leandro Castan, Oswaldo Henriquez e Henrique; Raul (Andrey, 30 do segundo tempo), Richard e Marquinho (Marcos Junior, 13 do segundo tempo); Bruno Cesar, Valdívia (Talles, 14 do segundo tempo) e Marrony. Técnico – Vanderlei Luxemburgo. O Vasco mantém o décimo lugar com 13 pontos – 3 vitórias, 4 empates, 5 derrotas, 12 gols pró e 18 contra – e o próximo jogo será em Cariacica, na Grande Vitória, porque o CSA vendeu o mando de campo.

QUATRO CARTÕES – Palmeiras 1 x 1 Vasco foi jogo limpo, só com quatro cartões amarelos dados pelo árbitro Ricardo Marques Ribeiro, da Federação Mineira e da FIFA. Bruno Cesar foi o único advertido do primeiro tempo, por falta em Hyoran aos 29. No segundo tempo, Tiago Santos – único cartão do Palmeiras -, por falta em Bruno Cesar aos 22. Marcos Junior, aos 41, por puxar Mateus Fernandes, e Henrique, aos 43, por falta em Carlos Eduardo.R$2.553.733,15. 37.754 pagantes. O presidente Jair Bolsonaro entrou em campo com Maurício Galliote, presidente do Palmeiras, e depois foram para o camarote do clube.

Foto: Lance