O Flamengo precisará ter atenção no atacante francês Bafétimbi Gomis, que marcou o gol da classificação do Al-Hilal para a semifinal de terça (17), e foi comemorar na frente do técnico Jorge Jesus, a quem chama de pai, grato pelas lições que aprendeu durante o tempo em que foi orientado no time campeão da Ásia pelo treinador português.

RESPEITO – “Tenho muito respeito pelo míster, que foi meu pai no futebol, com boas lições” – disse Gomis, após o jogo em que substituiu o volante colombiano Gustavo Cuellar, ex-Flamengo, aos 20 do segundo tempo, e oito minutos depois fez o gol da classificação do Al-Hilal, dirigido pelo ex-goleiro Razvan Lucescu, romeno de 50 anos.

GOMIS, de 34 anos, 1,84m, bom porte físico, rápido, de chute e cabeceio fortes, foi revelado na base do Saint-Étienne, mas o time em que mais se destacou foi o Lyon, entre 2009 e 2014, com 95 gols em 244 jogos. Ele também mereceu elogios no Swansea, único time do País de Gales que disputa o Campeonato Inglês, e no Galatasaray, da Turquia.

BRINCALHÃO – Leonino de 6 de agosto de 85, Gomis é extrovertido, alegre, brincalhão. Nasceu em uma das áreas mais belas da França, La Seyne-sur-mer, na costa azul. Vem a ser a mesma terra do Imperador Napoleão Bonaparte – 1769 – 1821 -, líder político e militar da Revolução Francesa. “Sou tão famoso ou até mais que Napoleão” – brinca Gomis.

O CRAQUE – Embora Gomis tenha feito o gol, em grande estilo, com um lençol no marcador e finalizando enviezado no canto, o craque de Al-Hilal 1 x 0 Esperance, campeão da Tunísia e da Copa da África, foi o meia-atacante peruano André Carrillo. O meia brasileiro Carlos Eduardo, de 30 anos, teve atuação discreta.

MONTERREY x LIVERPOOL – O mexicano Monterrey também confirmou o favoritismo e será o adversário do Liverpool, campeão europeu, na outra semifinal, quarta (18), também no estádio Khalifa, em Doha, capital da vigésima primeira Copa do Mundo em 2022. O Monterrey ganhou (3 x 2) do Al-Sadd, depois de 2 x 0 no intervalo.

GOLS ARGENTINOS – Os dois primeiros gols do Monterrey foram do lateral-esquerdo Leonel Vangioni, de 23 anos, campeão argentino em 2014 e das Copas Sul-Americana e Libertadores em 2015 com o River, e do atacante Funes Mori, de 28 anos, ex-River e Benfica. O terceiro gol foi de Carlos Rodriguez, atacante de 22 anos, nascido em Monterrey.

OUTROS ARGENTINOS – O Monterrey não foge à regra dos times mexicanos, que gostam de argentinos. O técnico Antonio Mohamed, que tem o apelido de Turco, é de Buenos Aires, 49 anos, e o primeiro que contratou foi o goleiro Marcelo Barovero, de 35 anos, campeão da Libertadores em 2015 com o River. 

TERCEIRO PROBLEMA – Na vitória (2 x 0) de ontem (14) sobre o lanterna Watford, o Liverpool, líder e único invicto da Premier League, teve o terceiro problema de contusão. Já sem o volante brasileiro Fabinho, que só volta em 2020, e o zagueiro croata Joel Matip, o Liverpool ficou sem o apoiador holandês Wijnaldum, que saiu sentindo a coxa.

ARTILHEIRO – Com os dois gols que marcou ontem (14), diante de 54 mil torcedores no Anfield Road, o egípcio Salah, desde 2017 no Liverpool, chegou aos 87 gols em 77 jogos, superando o uruguaio Luis Suarez, que fez 82 gols em 82 jogos no time inglês, antes de sair para o Barcelona. Salah é um dos grandes trunfos no Mundial de clubes.

10 PONTOS – O Liverpool ampliou a vantagem na liderança do campeonato, com 49 pontos – 16 vitórias, 1 empate -, 10 à frente do Leicester, que após oito vitórias consecutivas, ficou no 1 x 1, em casa, com o Norwich, após 17 rodadas. O técnico alemão Jurgen Klopp, verdadeiro ídolo em Liverpool, renovou contrato até 2024.

ALISSON – melhor goleiro do mundo -, titular da seleção brasileira, completou o terceiro jogo sem sofrer gol no Campeonato Inglês. O Liverpool viaja hoje (15) para o Catar e ele disse que “o Monterrey será bem analisado por ser um time de estilo diferente ao qual o Liverpool não está acostumado. Estamos indo ao Mundial para voltarmos com o título”.