O ATHLETICO PARANAENSE TIROU O FLAMENGO DO G4, ao vencer o Atlético Mineiro por 3 x 2, ao apagar das luzes, ou, como se diz em Portugal, “ao cair do pano”, no último lance do jogo da noite deste domingo (7), no Mineirão. Em 11 jogos, 5ª vitória do Furacão como visitante, e 3ª derrota do Atlético em casa.

O FLAMENGO CHEGOU A SER VICE-LÍDER, ao vencer o São Paulo, mas voltou ao 5º lugar, com 36 pontos, ao fim da 21ª rodada. O Athletico Paranaense esteve duas vezes em desvantagem, mas recuperou o 4º lugar com 37 pontos, empatado com o Flamengo em vitórias (11), não só com o gol do uruguaio Canobbio, aos 49 minutos do 2º tempo, mas com bela atuação e dois gols do mineiro Vitor Roque.

O ATLÉTICO MINEIRO fez 1 x 0, gol do zagueiro Igor Rabello aos 30, completando de cabeça a falta do meia argentino Nacho Fernandez, mas logo no 1º minuto, depois do intervalo, o atacante Vitor Roque empatou. O atacante argentino Cristian Pavon recolocou o Atlético Mineiro em vantagem aos 8, e Vitor Roque, de 17 anos, o mais jovem a fazer gol na Libertadores de 2021, voltou a empatar 3 minutos depois.

QUANDO O 2 x 2 PARECIA DEFINITIVO, o Athletico Paranaense iniciou contra-ataque em altíssima velocidade com o meia estreante Alex Santana e o lateral Khellven, que driblou o marcador e deixou o ponta uruguaio Agustin Canobbio, de 23 anos, na cara do gol para fazer 3 x 2. O Furacão devolveu a derrota do turno em casa por 1 x 0.

O ATLÉTICO MINEIRO ainda não conseguiu ganhar com a volta de Cuca,  técnico do título brasileiro de 2021, depois de 50 anos, nem depois da saída do argentino Antonio “Turco” Mohamed, demitido ao ceder o 1 x 1 ao Cuiabá na Arena Pantanal. Desde então, o time completou quatro jogos sem vencer, com três derrotas.

O ATHLETICO PARANAENSE recuperou o 4º lugar com 37 pontos, 11 vitórias e saldo de seis gols (28 a 22). O técnico Scolari terá a força máxima, 5ª (11), na Argentina, para decidir a vaga na semifinal da Sul-Americana com o Estudiantes, no estádio Uno, na cidade de La Plata. No jogo de ida, na Arena da Baixada, 0 x 0.

O ATLÉTICO MINEIRO caiu para o 7º lugar, com 32 pontos, após a 5ª derrota, que o deixa com menos 13 pontos que o líder Palmeiras e sem chance de bisar o feito de 2021. Nada mais resta ao Atlético, se não tentar a vaga nas semifinais da Libertadores, 4ª feira (10), depois de fazer 2 x 0 no Mineirão e ceder o empate.

FORTALEZA VENCE INTERNACIONAL

MESMO COM MENOS UM desde os 30 minutos, quando o atacante Romarinho foi expulso por ofender o árbitro Wagner Magalhães, o Fortaleza venceu o Internacional por 3 x 0 na Arena Castelão. Com a 5ª vitória, o tetracampeão cearense ganha fôlego para continuar tentando evitar o rebaixamento.

O MEIA LUCAS CRISPIM marcou o primeiro gol em cobrança de falta aos 44, e na volta do intervalo, o volante Hércules fez 2 x 0 aos 25, e o atacante Robson fechou o placar aos 38. O Fortaleza é 17º com 21 pontos, a 1 ponto do Avaí, 16º com 22. Domingo (14), a Arena Castelão será pequena para o Clássico-Rei com o Ceará.

O INTERNACIONAL sofreu a 4ª derrota e terminou a 21ª rodada em 6º, com 33 pontos, poupando titulares para a decisão da vaga às semifinais da Sul-Americana com o Melgar, do Peru, na próxima 5ª (11), na Arena Beira Rio, em Porto Alegre, depois de 0 x 0 no jogo de ida em Arequipa.

Foto: Portal Correio