O ZAGUEIRO LUCAS POSSIGNOLO, paulista de 27 anos, 1,85m, revelado no São Paulo e há sete anos no Portimonense, marcou de cabeça o gol da vitória por 1 x 0 sobre o Benfica, que perdeu a invencibilidade, após sete vitórias consecutivas, e teve a vantagem reduzida a um ponto (21 a 20) do vice-líder Porto e do atual campeão Sporting, únicos invictos. Já naturalizado português, Lucas ainda sonha com a convocação do técnico Fernando Santos para a seleção.

RESSACA – Quatro dias depois de vencer o Barcelona com autoridade por 3 x 0, pela Liga dos Campeões, o Benfica voltou neste domingo (3) ao estádio da Luz e decepcionou seus torcedores, ao perder a invencibilidade na Liga Portugal Bwin. É verdade que o time criou muitas chances, mas parou em grandes defesas do goleiro baiano Samuel Lima, de 27 anos, 1,88m, ex-Coritiba, que o vendeu em 2019 ao Portimonense.

FESTA – A volta a Portimão, cidade portuária no Sul do Algarve, a 283 km da capital Lisboa, foi uma festa para os torcedores do Portimonense, treinado desde a temporada passada pelo lisboeta Paulo Sergio Bento Brito, de 53 anos, tão fanático pelo futebol quanto pelas touradas. O Portimonense é quinto colocado, com 14 pontos, empatado em  quatro vitórias com o Estoril, quarto com 15 pontos, após 2 x 2, em casa, com o Gil Vicente.

CAMPEÕES – O presidente Marcelo Rebelo de Sousa, lisboeta de 72 anos, receberá nesta segunda (4) a seleção portuguesa de futsal, campeã do mundo pela primeira vez, ao derrotar por 2 x 1 a Argentina, que eliminou o Brasil na semifinal. Haverá homenagem especial ao técnico Jorge Braz e ao ala Ricardinho, de 36 anos, capitão da seleção e eleito o melhor jogador da decisão, na Lituânia, além de ser o principal nome do futsal português de todos os tempos.

CAI OUTRO INVICTO – Não só o Benfica, mas também o Real Madrid perdeu a invencibilidade, embora mantendo a liderança de La Liga, ao ser derrotado neste domingo (3), no estádio Cornellà-El Prat, em Barcelona por 2 x 1 pelo Espanyol, décimo terceiro. Foi o segundo jogo sem vitória no campeonato, após 0 x 0 em casa com o Villarreal, e o técnico italiano Carlo Ancelotti reconheceu: “Fizemos nosso pior jogo”.

DOS TRÊS BRASILEIROS do Real Madrid, apenas o ex-santista Rodrygo se salvou, com a assistência para o gol de empate de Benzema, artilheiro do campeonato com seis. Vinícius Junior teve atuação apagada e Casemiro só entrou no segundo tempo, também sem render bem. O Real Madrid completou três jogos consecutivos sem vitória: além da derrota deste domingo (3) e do empate, o time havia perdido por 2 x 1 para o FC Sheriff, da Moldávia, em Madrid.

TRÊS COM 17 – Após a oitava rodada, o Campeonato Espanhol está com os três primeiros empatados com 17 pontos e 5 vitórias, estabelecendo-se a diferença pelo saldo de gols. O líder Real Madrid tem saldo de 12 (22 a 10); o saldo do vice-líder Atlético de Madrid é de 5 gols (11 a 6), e o da Real Sociedad, em terceiro lugar, de 4 gols (11 a 7). O francês Karim Benzema está isolado na artilharia com 9 gols, mais três que o espanhol Mikel Oyarzabal, da Real Sociedad.

VIRADA DO LÍDER – Com 100% de aproveitamento em sete jogos, o Napoli manteve a liderança do Italiano com 21 pontos, com a virada sobre a Fiorentina por 2 x 1, neste domingo (3), no estádio Artemio Franchi, em Florença. O meia mexicano Lozano empatou e o zagueiro Amir Rrahmani, capitão da seleção do Kosovo, fez o gol da virada no segundo tempo, depois que o zagueiro argentino Lucas Martinez Quarta marcou o gol da Fiorentina aos 27 do primeiro tempo.

MILAN VICE-LÍDER – No estádio Atleti Azzurri d’Itália, em Bergamo, o vice-líder Milan, com 19 pontos, chegou a fazer 3 x 0, com Davide Calabria, Sandro Tonali e Rafael Leão, mas a Atalanta reagiu com os gols do ponta colombiano Duvan Zapata e do meia croata Mario Pasalic. A Roma, do técnico José Mourinho, manteve o quarto lugar com 15 pontos, com 2 x 0 no Empoli, gols do meia romano Lorenzo Pellegrini e do meia armênio Mkhitaryan, no estádio Olímpico. 

CIRO IMMOBILE, da Lazio de Roma, e o bósnio Edin Dzeko, da Inter de Milão, dividem a artilharia com seis gols, e o vice-artilheiro é o argentino Lautaro Martinez, com 5, que sábado (2) fez o gol da vitória da Inter por 2 x 1 sobre o Sassuolo, fora de casa. Campeã da temporada passada, a Inter está em terceiro lugar, com 17 pontos. 

DERROTA EM CASA – O Bayern Munique, vencedor dos últimos nove campeonatos alemães, perdeu neste domingo (3) a invencibilidade de quase dois anos, ao levar a virada do Eintracht Frankfurt, décimo terceiro colocado, por 2 x 1, na  sua bela Allianz Arena, em Munique, com os 75.024 assentos ocupados. A última derrota do atual eneacampeão havia sido, por igual placar, para o Bayer Leverkusen, sábado, 30 de novembro de 2019, sob temperatura de quatro graus. 

REENCONTRO – Por coincidência, os Bayern, de Munique e de Leverkusen, terão reencontro dia 17, quando decidirão a liderança no reinício do campeonato, interrompido pelas datas Fifa das eliminatórias para a Copa do Mundo. Iguais em pontos (16) e em vitórias (5), o Bayern de Munique lidera pelo saldo de gols (17 a 13). Lewandowski, do Bayern, e Haaland, do Borussia Dortmund, dividem a artilharia com 7, seguidos de Patrik Schik, do Leverkusen, com 6 gols.

CHANCE PERDIDA – Liverpool e Manchester City perderam a chance de se isolar na liderança da Premier League, ao empatarem (2 x 2) neste primeiro domingo (3) de outubro, no estádio Anfield Road, onde o Liverpool esteve duas vezes em vantagem com os gols de Sadio Mané e Mohamed Salah. A reação do City não tardou, com os gols de Phil Foden e do capitão Kevin De Bruyne. O Chelsea lidera com 16 pontos. Liverpool, 15. Com 14 pontos, igual ao Manchester United, o City é terceiro pelo saldo de gols (11 a 8).

Foto: Arquibancada Tricolor