O Atlético voltou ao Mineirão com vitória e com os gols de jovens revelados na base, na noite de ontem (6), impondo ao Goiás a décima terceira no Brasileirão 2019. O meia Marquinhos, de 20 anos, fez o primeiro gol, e o meia Bruninho, de 19, marcou o segundo, ambos saindo do banco de reservas no segundo tempo.

MARANHENSE – Marquinhos, que fez 1 x 0 aos 9 minutos, é José Marcos Costa Martins, maranhense de Cajari, município de apenas 20 mil habitantes, a 200 km da capital São Luis, e não resistiu à emoção de ter marcado o primeiro gol no Mineirão. Marquinhos tem outra  outra alegria especial, a de ter nascido no mesmo dia de Pelé, 23 de outubro.

FILHO DE PEIXE – O meia Bruninho, de 19 anos, autor do segundo gol aos 49 minutos, é mineiro de Belo Horizonte, formado na base do Atlético desde o sub-13. Seu pai, o ex-lateral Bruno, vice-campeão brasileiro em 1999, é lembrado até hoje como um dos melhores da posição.

ATLÉTICO – Cleiton, Patric, Igor Rabelo, Rever e Fabio Santos; José Welison, Elias (Marquinhos, intervalo), Luan e Cazares (Bruninho, 17 do segundo tempo); Otero (Terans, 44 do segundo tempo) e Franco Di Santo. Técnico – Vagner Mancini. Foi a décima primeira vitória do Atlético e o próximo jogo é com o Cruzeiro, domingo (10), no Mineirão.

GOIÁS – Tadeu, Yago Rocha (Breno, 40 do primeiro tempo), Lucão, Rafael Vaz e Jeferson; Gilberto (Kaio, 39 do segundo tempo), Leo Sena (Felipe Trindade, 25 do segundo tempo) e Talles; Michael, Rafael Moura e Leandro Barcia. Técnico – Ney Franco. Foi a décima terceira derrota do Goiás e o próximo jogo é com o Santos, sábado (9), no estádio Serra Dourada.

DOIS CARTÕES – O árbitro Tiago Peixoto, da Federação Paulista, teve atuação segura e só advertiu com cartão amarelo os atacantes Rafael Moura e Leandro Barcia, ambos do Goiás. No Mineirão, R$230.750,00. 38.937 pagantes.

Foto: Imirante