A oitava rodada do Brasileirão 2019, penúltima antes da pausa para a Copa América, foi a que teve menos gols (16) e a que mais registrou 0 x 0 (4). Só dois times, ambos jogando em casa, marcaram três gols: o Santos, que tirou o Atlético Mineiro da vice-liderança, com os 3 x 1 na Vila Belmiro, e o Goiás, que repetiu o placar nos 3 x 1 sobre a Chapecoense, na noite de ontem (10), no Serra Dourada, e subiu três posições, terminando em nono, com um jogo a menos.

O Botafogo, que pela primeira vez ganhou de virada e como visitante, entrou no G4 e tirou o Flamengo, que caiu para o quinto lugar, e o Vasco, que enfim venceu, foram os cariocas que somaram três pontos. Flamengo e Fluminense formaram no time dos “sonegadores”, com o nono 0 x 0 do atual campeonato. Em 79 jogos, 223 gols, média de 2.82 gols por jogo. Líder absoluto e único invictoo Palmeirastem o ataque mais positivo (15) e a defesa menos vazada (2).

LIDERANÇA DO 0 x 0– Com os quatro jogos sem gol do fim de semana, o 0 x 0 assumiu a liderança dos empates: são nove 0 x 0 dos 17 em 79 jogos, e a única rodada em que não houve empate foi a primeira, a que registrou também o maior número de gols (33), por conta das goleadas: Ceará 4 x 0 CSAPalmeiras 4 x 0 Fortaleza e Atlético Paranaense 4 x 1 Vasco, além de Bahia 3 x 2 Corinthians e Flamengo 3 x 1 Cruzeiro, primeira vitória de virada do Brasileirão 2018. O segundo empate é 1 x 1, em oito jogos.

NEM SOMADOS – A vantagem dos times que jogam em casa é muito acentuada e nem mesmo somados, os resultados dos visitantes, com 18 vitórias, e dos empates (17), conseguem superar as vitórias (44) dos times que tiveram o mando de campo, como o Goiás nos 3 x 1 da noite de ontem (10), em Goiânia, sobre a Chapecoense.

OS NOVE SEM GOL – CSA 0 x 0 Santos (terceira rodada), Corinthians 0 x 0 Grêmio e Avaí 0 x 0 CSA (quarta rodada), São Paulo 0 x 0 Bahia (quinta rodada), Santos 0 x 0 Internacional (sexta rodada) e Cruzeiro 0 x 0 Corinthians, Ceará 0 x 0 Bahia, Avaí 0 x 0 São Paulo e Fluminense 0 x 0 Flamengo, no fim de semana da oitava rodada, concluída na noite desta segunda (10) com Goiás 3 x 1 Chapecoense.

NOVO ARTILHEIRO – Bruno Henrique e Gabriel foram nulos no Fla-Flu, e Everaldo também nada fez na derrota da Chapecoense para o Goiás. Eduardo Sasha, do Santos, juntou-se aos três e está no bolo dos principais artilheiros do Brasileirão 2019, com 4 golsÉ extensa a lista dos que marcaram três golse o mais novo integrante é Kayke, do Goiás, que fez dois de pênalti nos 3 x 1 da noite de ontem (10), no Serra Dourada.

TROCA DE POSIÇÕES – No único jogo em que não fez gol, o Flamengo saiu do G4 e terminou a oitava rodada em quinto, com o Botafogo, sétimo a ganhar de virada na rodada, subindo para o quarto lugar com 15 pontos e ocupando a posição que era do Flamengo. Os dois mais bem colocados do Rio, Botafogo (15) e Flamengo (14) estão a 4 e a 5 pontos do líder Palmeiras (19), sem os três pontos do jogo que ganhou (1 x 0) do Botafogo, em Brasília, porque o resultado ainda depende de julgamento.

NÚMEROS EXPRESSIVOS – Invicto desde 2018, quando voltou a ser campeão brasileiro, o Palmeiras continua em 2019 com números muito expressivos. Ao vencer (1 x 0) o Atlético Paranaense, no último sábado (8), consolidou a liderança absoluta como único invicto, além de ter completado 31 jogos sem perder, a sexta vitória consecutiva e o nono jogo sem sofrer gol em seu belo estádio. Não à toa, o Palmeiras tem o ataque mais positivo e a defesa menos vazada no Brasileirão 2019.

ÚNICO SEM VITÓRIA – Último colocado com 4 pontos – 4 empates, 4 derrotas -, o Avaí – campeão catarinense – é o único sem vitória, sob muito risco de voltar à Série B. O time faz campanha nada condizente com o histórico vitorioso de seu técnico Geninho, paulista de 71 anos, campeão no Corinthians, Vasco, Atlético Mineiro e Paranaense, Santos, e em Portugal, no Vitória de Guimarães. A defesa mantém bom nível de rendimento – sofreu só 4 gols em 8 jogos -, mas o ataque, com 9 gols, não vem correspondendo. E o último jogo, antes da Copa América, será em São Paulo com o… Palmeiras.