Neymar voltou neste sábado (14), sob vaias e insultos durante o jogo inteiro, que decidiu com um golaço, aos 47 minutos do segundo tempo, quando então foi aplaudido de pé pelos 48 mil torcedores do PSG. A vitória (1 x 0) sobre o Strasbourg manteve o time campeão na liderança do Campeonato Francês, com 12 pontos em cinco rodadas.

FAIXAS E ASSOBIOS – Neymar entrou hostilizado com faixas e assobios pela maioria dos torcedores, especialmente os ultra, que formam a facção mais rigorosa contra sua permanência no clube, depois da fracassada volta à Espanha. O atacante mostrou-se bem sereno, sem reagir às provocações, mas seu rendimento só melhorou após o intervalo.

DO INFERNO AO CÉU – Quando o PSG parecia sem forças para furar o bloqueio defensivo do modesto Strasbourg – décimo sétimo entre os vinte e sem vitória em cinco rodadas -, eis que o argentino Ángel Di Maria fez jogada e cruzamento da esquerda, e Neymar se antecipou ao zagueiro para finalizar de canhota. A bola bateu na trave e entrou. O Parque dos Príncipes explodiu com o gol salvador aos 47 minutos!!!

HOMENAGEM AO FILHO – Neymar não chegou a vibrar muito com o gol nem com os abraços dos companheiros, preferindo manter-se calmo, 126 dias depois de voltar a vestir a camisa do clube que o tornou o mais caro da história, pagando 222 milhões de euros ao Barcelona. Ele colocou a bola sob a camisa e levou o polegar à boca, imitando uma chupeta, para dedicar o gol da sua volta ao filho David Lucca, de 8 anos.

DAVID LUCCA passa a maior parte do tempo com Neymar, mas não deixou de manter o apego à mãe, Carol Dantas, de 24 anos, que espera o segundo filho, Valentim, do relacionamento com o ator Vinicius Martinez. Lucca apareceu nas redes sociais, dizendo-se feliz com a chegada do irmão.

NEYMAR passou sem tanta pressa pela zona mista, onde os jogadores atendem os jornalistas após o jogo, respondeu calmo a todas as perguntas, inclusive sobre os torcedores que o hostilizam e o ofendem: “Nada a declarar sobre eles. Estou feliz pelo apoio dos companheiros e do técnico e por ter ajudado o time a vencer”.

L’EQUIPE – principal jornal esportivo da França – destacou: “O PSG sentiu bem a diferença na volta de Neymar”. Já o Le Parisien, jornal da classe média, escreveu: “O sublime retorno de Neymar mudou tudo!”

ESTREANTES – Na volta de Neymar, o técnico alemão Thomas Tuchel promoveu as estreias do goleiro costa-riquenho Keylor Navas, 32 anos, 1,85m, ex-Real Madrid – 162 jogos, de 2014 a 2019 -, e do atacante argentino Mauro Icardi, 26 anos, 1,81m, emprestado pela Inter de Milão – 124 gols em 219 jogos, de 2013 a 2019 -, que só entrou nos 30 minutos finais.

NEYMAR terá a semana inteira, após o domingo de folga em Paris, para melhorar ainda mais o condicionamento fisico. O próximo jogo será domingo (22) com o Lyon, treinado por Sylvinho, ex-assistente-técnico da seleção, que sexta (13) empatou (2 x 2) com o Amiens. O Lyon, em campanha ruim, perdeu um jogo e empatou os três últimos.

Foto: Bol Uol