MESMO COM O APOIO de mais de 40 mil torcedores em seu Allianz Parque, o Palmeiras, líder e virtual campeão brasileiro de 2022, perdeu a chance de ser o primeiro a ganhar todos os clássicos paulistas na mesma temporada, ao ficar no 0 x 0 com o São Paulo, que terminou com dois expulsos.

O PALMEIRAS FOI SUPERIOR na maior parte do jogo, mas parou na grande atuação de Felipe Alves. O goleiro paulistano de 34 anos, 1,90m, emprestado pelo Fortaleza, fez defesas notáveis, a principal delas na cobrança do pênalti de Gustavo Scarpa. Ele destacou a aplicação do São Paulo, ao receber o prêmio de melhor do clássico.

O PALMEIRAS havia ganhado de virada do São Paulo, no jogo do turno no Morumbi, por 2 x 1, com os gols, nos acréscimos, dos zagueiros Gustavo Gomez, aos 46, e Murilo, aos 51. Se houvesse vencido neste domingo (16), teria conseguido ganhar todos os clássicos paulistas de 2022, depois de 3 x 0 e 1 x 0 no Corinthians, de 1 x 0 no Santos, no turno e no returno.

EMBORA A VANTAGEM sobre o vice-líder Internacional tenha diminuído para 8 pontos, o vice-líder Palmeiras mantém situação confortável, com 68 pontos, com mais vitórias (19), menos derrotas (2), ataque mais positivo (53), defesa menos vazada (21), e o apreciável saldo de 32 gols, faltando apenas seis rodadas.

FOI O 14º EMPATE do São Paulo, terceiro 0 x 0, time que mais empatou no Campeonato Brasileiro de 2022, seguido do Internacional e do Juventude, com 12. Foi o 11º empate do Palmeiras, quarto 0 x 0, mas a equipe do técnico português Abel Ferreira merecia ter saído com a 20ª vitória pela atuação bem superior.

PALMEIRAS 0 x 0 SÃO PAULO registrou R$3.029.618,51. 40.795 pagantes no Allianz Parque. O árbitro Flavio Rodrigues de Souza, da Federação Paulista, expulsou o zagueiro venezuelano Ferraresi, por atingir o rosto de Danilo com o braço, aos 44 do 1º tempo, e o zagueiro Beraldo, também do São Paulo, aos 45 do 2º tempo. O jogo teve 11 minutos de acréscimos.

PALMEIRAS – Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gomez, Murilo e Piquerez; Danilo (Lopez), Zé Rafael (Gabriel Menino) e Gustavo Scarpa; Mayke (Atuesta), Dudu (Breno Lopes) e Miguel Merentiel (Endrick, que disputou o primeiro clássico como profissional aos 16 anos, ao substituir o uruguaio aos 17 minutos do 2º tempo).

SÃO PAULO – Felipe Alves, Ferraresi, Miranda (Lucas Beraldo) e Luizão; Igor Vinicius, Pablo Maia, Rodrigo Nestor (Marcos Guilherme), Patrick (Ígor Gomes) e Reinaldo (Wellington); Luciano (Galoppo) e Calleri. Técnico – Rogerio Ceni. Se vencer o Coritiba, 5ª feira (20), no Morumbi, em jogo adiado, o São Paulo soma 44 pontos e tira o Botafogo, com 43, do 10º lugar.

Foto: Lance!