REVELAÇÃO E CAMPEÃO na Copa de 2018, Mbappé faz questão de deixar claro: “Não quero ser o melhor, não quero ser artilheiro. O que quero é ganhar a Copa pela segunda vez, meu presente de aniversário, dois dias antes de completar 24 anos. Ganhar a Copa é mais que sonho, desejo, é uma obsessão”.

ONZE ANOS MAIS NOVO que Messi (35), parceiro no PSG, Mbappé disputará a artilharia com o meia argentino. Em cinco jogos, cinco gols, a marca de cada um, antes de a bola rolar neste domingo (18), no estádio Lusail, no Catar. Messi é o maior artilheiro da Argentina em Copas com 11 gols. Mbappé marcou 9.

EQUILÍBRIO ACENTUADO nas campanhas dos finalistas. A França marcou 13 gols e sofreu 4; a Argentina fez 12 e sofreu 5. A França venceu cinco jogos e só perdeu, com reservas, para a Arábia Saudita (2 x 1), quando já classificada. A Argentina perdeu da Arábia Saudita (2 x 1) e das quatro vitórias só uma nos pênaltis.

  • EMMANUEL MACRON, presidente da França, convidou Benzema para acompanhá-lo na viagem ao Catar, mas o atacante apenas agradeceu. Entre os que se recuperam de contusão, Pogba e Kanté aceitaram o convite de Macron.
  • ALBERTO FERNANDEZ, presidente da Argentina, assistirá de casa. Os mais chegados a ele dizem que é por problema de superstição, mas o presidente apenas sorri.
  • TÉCNICO DA FRANÇA completa 19 jogos em Copas do Mundo. Os números de Didier Deschamps, de 54 anos, são bem favoráveis: 14 vitórias, 2 empates, 2 derrotas. Se vencer, será o segundo técnico a ganhar duas Copas consecutivas.
  • TÉCNICO DA ARGENTINA diz que “a França não é só Mbappé. E Griezman, Giroud Dembélé”? Lionel Scaloni não revela esquema especial de marcação, apenas garante que “vamos ocupar bem os espaços do campo”.

Foto: UOL